EuViagens

Mudanças

1.05Kviews

Never ending story

Pois, vamos lá falar do que me tem ocupado basicamente o último mês.

Não perdi tempo em São Paulo com as mudanças, tentei ser o mais eficiente e prática possível mas a verdade é que mudanças são verdadeiras Dores de Cabeça intermináveis.

Pré-seleção

Uma das minhas dicas é ir aproveitando o tempo antes da mudança para se ir fazendo uma pré-seleção. O que vamos levar na viagem de volta connosco, o que vamos doar, o que vamos encaixotar.

Quanto mais organizadas as coisas estejam mais fácil será no dia “D”.

E não vale a pena termos várias boas intenções de que cada coisa vai ser encaixotada de tal e tal forma porque no dia das mudanças são tantas coisas e tantas pessoas em nossa casa que só queremos mesmo ver tudo em caixas e que termine rápido.

Por isso, deixem tudo organizado!

Dia D

Como vos disse não perdi tempo em São Paulo. Durante um mês ia organizando as coisas que ia levar comigo na viagem e que ia doar. No dia anterior ao da mudança preparei as “malas de viagem” com as minhas coisas.

Assim no dia “D” mal chegaram os Senhores foi começar e não parar … dois dias “non stop” de caixotes e caixotes e papel e papel.

E é incrível como, quando comecei, me veio à memória o cheiro de quando fiz a mudança em Angola.

Exactamente o mesmo cheiro a papelão!

Pós Mudança

Aqui começa o problema….

Afinal a mudança não terminou. Uma vez em Portugal, foi preciso desencaixotar o que estava encaixotado à 10 anos… para remontar uma casa (mínima). Não só eram coisas das quais não me lembrava, como também nem todas eram as minhas preferidas … como estavam guardadas há anos!!!

Mais uma vez, caixotes e caixotes e caixotes! Com uma agravante, sem espaço para arrumar tudo.

Afinal não terminou

Mas não nos enganemos a achar que afinal já terminou tudo!

NÃO!

As minhas coisas ainda estão algures no Porto de Santos, à espera de uma autorização qualquer para embarcarem. Atravessarem o Atlântico, serem desalfandegadas… para depois recomeçar tudo de novo, caixotes, caixotes e mais caixotes!

Acho que nessa altura fujo!!

Foto de just frame.

Mafalda Lourenço
Mãe de 2 filhos (Francisco e Soledade), Advogada, Consulesa de Portugal em São Paulo, Dona de casa ... Curso de Direito da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa Pós graduada em Direito do Consumo Curso de Consultoria e Imagem da Escola Panamericana de São Paulo Igual a qualquer mulher!